18 de jun de 2011

As Grandes Correntes Filosóficas

No livro A Pedagogia e as Grandes Correntes Filosóficas de Bogdan Suchodolski encontramos duas impostantes tendências, a de uma pedagogia baseada na essência do homem e a outra baseada na existência do homem, tendo cada uma correspondendo a uma corrente filosófica.

Com Platão, Suchodolski encontra o racionalismo, com S. Tomás de Aquino o cristianismo e com Rousseau e Kierkegaard temos a concepção de que o homem, não o de como deveria ser.

Platão, S. Tomás de Aquino, Rousseau, Kierkegaard.

Essas concepções remeterão a duas pedagogias, a da evolução da criança e da adpatação da criança, para os pensadores as ideias se conflutuam e Bogdan mostra como essas opiniões se dinamizam, pois para ele o homem é criador do seu próprio meio e de si mesmo.

Platão foi analisado por ter distinguido no próprio homem o que pertence a este mundo das sombras que encobre o Renascimento, definindo assim a essência verdadeira asfixiada pela existência empírica. Sendo assim para ele o papel da educação é o de conduzir o homem à descoberta da pátria verdadeira e ideal.

Se houver observação sensível das coisas e ao estudo dialético das opiniões, possibilitada pela reminiscência da vida do que se obervou, levará ao cunho do conhecimento.

Para Aquino que também se mantém na pedagogia da essência, mas através do cristianismo agora, o que faz com que gere um conflito interior no homem dilacerando o que liga a vida material ao espiritual.

Assim para ele a verdadeira educação liga o homem a pátria celeste e a destruição de tudo que prende o homem a sua existência terrestre.

O Renascimento herdou as tradições antigas e cristãs da pedagogia da essência e as completou com um modelo do homem baseado na confiança das aquisições culturais da Antiguidade, portanto foi a época que viu nascer as consepções de educação absolutamente opostas.

Assim como aconteceu uma renovação no período, também houve no pensamento pedagógico. A escola medieval inspirou o ideal e os direitos e necessidades das crianças, mas agora com novos ares introduzindo uma concepção laica e científica das leis da Natureza.

SUCHODOLSKI, B. A pedagogia e as grandes correntes filosóficas. Lisboa, Horizonte, 1984. (Capítulos I, II, III, IV).

Escrito por Flávia Lemos Bianquini.